Publicado em
Categoria

Fonte: CNN BRASIL

Segundo levantamento da Abraciclo, foram fabricadas 776.069 motocicletas nos primeiros sete meses de 2022, alta de 16,9% na comparação anual

A Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), divulgou o melhor resultado para os sete primeiros meses do ano desde 2015.

Segundo o levantamento, foram fabricadas 776.069 motocicletas no acumulado do ano, alta de 16,9% na comparação com o mesmo período de 2021 quando foram produzidas 663.888 unidades. O número só é inferior em relação à produção de 2015, com 799.990 motocicletas.

Somente em julho, as fabricantes de motocicletas do Polo Industrial de Manaus – PIM, produziram 104.776 unidades. O volume é 3% superior ao registrado em junho (101.695 motocicletas) e 10,3% maior na comparação com o mesmo mês do ano passado (95.025 unidades);

De acordo com a Associação, o aumento na produção já era esperado, por isso a Abraciclo revisou para cima a projeção de unidades produzidas para todo ano de 2022 com expectativa de alta de 10,5% em relação ao ano de 2021. A projeção inicial, de janeiro, apontava um crescimento de 7,9%.

Vendas no Varejo

Se a produção está em alta, as vendas de motos também acompanham essa tendência. Nos seis primeiros meses do ano, os licenciamentos totalizaram 774.064 unidades, subindo 18,2% na comparação com o mesmo período de 2021 (629.692 motocicletas).

Conforme a Abraciclo, a procura pelas motocicletas segue uma curva ascendente. As motos de entrada, inclusive, contam com fila de espera de 30 dias nas lojas.

Além do preço do combustível e do uso da motocicleta para serviços de delivery, o modal ganhou muitos usuários para uso do transporte individual e isso tem contribuído para o aumento na busca por esse meio de transporte.

Com isso, as projeções de vendas para os próximos meses continuam com números positivos para o setor, e a expectativa é de que o ano feche com crescimento de 8,9% nos licenciamentos na comparação com 2021.

A fabricação nacional de motocicletas, quase totalmente concentrada no Polo Industrial de Manaus (PIM), está entre as sete maiores do mundo.

No segmento de bicicletas, com as principais fábricas também instaladas no PIM, o Brasil se encontra na quarta posição entre os principais produtores mundiais. No total, as fabricantes do Setor de Duas Rodas geram cerca de 14 mil empregos diretos em Manaus/AM.

ATENDIMENTO PERSONALIZADO e muito mais

Somos referência no segmento de revenda e distribuição de ferro e aço.