Publicado em
Categoria

por Redação Siderurgia Brasil | 07/06/2022

Em reunião comandada pelo presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite, na manhã de hoje (7/6) foram apresentados os bons números do setor ocorridos no mês de maio. A produção cresceu 10,7% em maio em relação a abril deste ano e 7% em relação a abril do ano anterior. Com esta produção pela primeira vez no ano, superou-se a casa dos 200 mil veículos produzidos no mês. Foram 205,9 mil veículos neste mês. O presidente lembrou que coincidentemente foi em maio do ano passado que a crise dos semicondutores se tornou mais forte e que começou a gerar os impactos negativos vividos até os dias de hoje.

Na ocasião também foi informado que com o nível de produção subindo e portanto, colocando mais opções no mercado as vendas no mercado interno também foram melhores em maio.

Os 187,1 mil autoveículos licenciados representaram uma elevação de 27% sobre abril, quase empatando com o resultado de maio de 2021 (aqui houve ligeira redução de 0,9%). A média diária de 8,5 mil unidades foi a maior do ano, crescendo 10% em relação a abril. Isto tudo demonstra que a tão esperada recuperação econômica está em andamento a todo vapor na indústria automotiva. Cabe lembrar que a cadeia automotiva está entre as três categorias que mais movimentam a economia, pelos números de empresas que agregam inúmeros insumos a produção em forma de peças, serviços etc..

Outro ponto que vem demonstrando muita firmeza e evolução são as exportações que neste mês foram de 46,1 mil unidades em maio significaram alta de 2,8% sobre o mês anterior e de 24,6% sobre maio de 2021. No acumulado do ano, já se exportou 19,4% a mais em unidades que em 2021, e 27% a mais em valores, graças ao bom desempenho dos produtos brasileiros em mercados como Colômbia e Chile, entre outros países da América Latina.

 “Chama a atenção a consistência do crescimento de mercado, um degrau a cada mês desde o início do ano, para vendas e produção. Exportações já largaram o ano em alta, e se mantêm assim. Como a tendência histórica do nosso setor é de um segundo semestre mais robusto que o primeiro, estamos muito otimistas quanto à manutenção desse bom ritmo de recuperação”, afirmou Márcio de Lima Leite, Presidente da ANFAVEA.

Comentando sobre a recente fala do presidente da república acerca da redução de impostos na área de combustíveis, visando ajuda e na contenção da inflação, Marcio disse que o Brasil e o mundo vêm sofrendo com a alta dos combustíveis, agravados pela guerra entre Ucrânia e Rússia, mas que no entender de toda a indústria, todo e qualquer esforço feito no sentido de reduzir a carga tributária sempre é muito bem vinda.

Fonte: Anfavea

ATENDIMENTO PERSONALIZADO e muito mais

Somos referência no segmento de revenda e distribuição de ferro e aço.